Online only

e-Book Diplomacia Cavalheiresca. Português

EBK/JORDAN1-PORT

S. Jordan Augusto

New

  • eBooks PROMO 2x1. Pay 1 & Get 2. Discounts are automatically updated during the checkout process.

14,99 €

More info

É por meio das pessoas que a imagem de uma boa instituição é difundida. Os bons modos, as boas maneiras, a gentileza, a cortesia, o respeito, a consideração, a fineza, o trato social, a amabilidade, a urbanidade, a civilidade, enfim, a virtude da polidez sinalizam como vai a qualidade de educação e a formação das pessoas. É a estética, de modo geral, tanto da recepção, quanto da produção, mas não de obras e sim de atitudes, de modos de comportamento. Desde a Antiguidade, gregos, romanos e chineses seguiam determinadas normas para facilitar o relacionamento interpessoal. A etiqueta cumpria a função de regulamentar as relações do homem na sociedade, regulamentação esta que contribuiu para garantir a convivência no âmbito de uma ordem social pré-determinada. O fato de a etiqueta ser associada ao formalismo e a atitudes estereotipadas deve-se à sua estruturação como código de boas maneiras na corte francesa, no século XIII, atingindo seu apogeu no século XVII, na Versailles de Luiz XVI. Um minucioso cerimonial regia a vida em sociedade: roupas, formas de tratamento, uso da linguagem, distribuição e uso do espaço social. Hoje, os hábitos e costumes mudaram. A etiqueta adaptou-se aos novos tempos, tornou-se mais flexível e prática.
Se comparada com a justiça, a coragem ou a prudência, a polidez é uma virtude menor, porém necessária. Ela está na postura, nas atitudes, nas palavras, e nas relações humanas, como sinal de estima a todos. Ser polido é ter como princípios: não ferir ninguém; ser agradável, equilibrado, elegante, cortês e, sobretudo, tolerante com o próximo. Ser polido é ser sensível diante da fragilidade do outro. Dar o lugar a uma senhora grávida, ou a um senhor idoso na fila de um banco, dar "bom dia", dizer "não me expliquei bem", ao invés de "você não entendeu nada", pedir "licença", "desculpas", "muito obrigado", são gestos simples que valem para melhorar a boa convivência. A ausência dessa consideração pelo próximo, o desrespeito das obrigações e deveres de todos em relação a cada indivíduo são exatamente a causa da decadência das relações sociais nas sociedades atuais. A crise é de ética e se inicia por uma crise de cidadania.
A boa educação pode habitar em qualquer lugar. Ser bem educado, todavia, não deve significar "ser melhor" do que o outro. Um colega que desconsidera o bom trabalho do outro por inveja está a um passo de cometer um ato impolido. HAROCHE afirma que "a polidez é garantia do prazer e da harmonia na vida em sociedade". A vida em sociedade requer o estabelecimento de normas para a conduta das pessoas. A ordem social depende desta regulamentação das relações entre os homens... 187 pags. eBook em formato PDF. Idioma portugues